Pra repensar quais deveriam ser nossos reais “valores”.

(Clique aqui para ver o vídeo de Susan Boyle)

Pode parecer discurso de auto-ajuda, mas o vídeo me fez repensar em quantas vezes julgamos  o outro incapaz de algo.

Não falo só do  pré-conceito pela aparência de uma pessoa, mas de que forma o outro pode nos inibir ou privar de algo por achar que não temos capacidade para aquilo?

Quantas vezes recuamos pelo medo do julgamento alheio, pelo receio de nos expor?

E quantas vezes conseguimos focar no nosso desejo e crença, desafiando o julgamento alheio ou simplesmente abstraindo-o?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: